CHEGOU O NATAL

Chegou o Natal é uma expressão de alegria repetida milhares de vezes nas conversas e nas músicas. O Natal é uma data de muita expectativa. Esperam-se encontros familiares, boa comida, troca de presentes, momentos de grande prazer. Algumas igrejas fazem programação especial, enfim, algo diferente acontece. Seria realmente algo extraordinário o Natal?

O fantástico do Natal parece que vem de nossa infância. É quando as crianças ficam encantadas com a ideia de Papai Noel, a espera de presentes, as histórias, a música, os adornos muito coloridos, a propaganda comercial e tantas outras coisas. Inconscientemente,
resquícios dessas fantasias infantis acabam nos acompanhando ao longo da vida.

Natal é ilusão. Não se sabe nem a data exata do Natal. Lendas e mitos são passados de gerações em gerações e, em cada país, incorporam-se às comemorações natalinas. Há misticismo e superstições, sem sentido algum, ligadas a esse evento. Para o comércio é fantástico, por isso investe pesado na publicidade para provocar o consumismo e auferir o lucro. É em função disso que se mantêm as comemorações.

O Natal é um dia como outro qualquer. Para o cristão, cada dia é uma dádiva do Criador, no qual se deve viver bem, amar o próximo e trata-lo da melhor forma possível, estando com ele nos momentos de festa, mas ajudando-o em suas necessidades e momentos de angústias também. O Cristo do Natal deve estar em nossas mentes e ações todos os dias do ano.

O bom do Natal é que as festividades, as reuniões familiares, um presente, acabam proporcionando fortalecimento de amizades, reconciliações, confraternizações, hoje tão raros na vida agitada e distante do próximo. Se essa data serve ao propósito de unir pessoas, então o Natal é bom.

Chegou o Natal é o cumprimento das promessas de Deus de Gen. 3.15 e Gal. 4.4-5. Esta é a maravilha: “Seu nome será Jesus porque Ele salvará o seu povo dos pecados deles.” “Hoje,… nasceu o Salvador que é Cristo o Senhor.” “Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens”. Eis o significado bíblico do Natal: Jesus Cristo se fez homem habitou entre nós, para trazer a salvação eterna de nossas almas.

Chegou o Natal seja a expressão de alegria de cada lar onde Jesus nasceu um dia e continua a reinar. Só assim há um Feliz Natal.

Rev. Iziquiel Mathias da Rocha

Deixe uma resposta